Cinco pontos turísticos da cidade de Campinas

26 de outubro de 2018 chat_bubble_outline 0 Comentários share
3
Shares

Cidade do interior é guardiã de parte importante da história brasileira e cultural 

Foto: Afonso Lima

Para os paulistanos que estão cansados da correria da metrópole e buscam lugares diferentes do Estado para passar o tempo livre, preparamos uma lista com pontos turísticos não tão longes da capital, de valor histórico e cultural, e que demandam poucas horas de viagem. Campinas, cidade do interior paulista, é capaz de promover passeios agradáveis em poucos quilômetros de distância.  

Estação Anhumas 

Foto: Afonso Lima

O turista pode apreciar um passeio de trem Maria Fumaça na Estação Anhumas, numa viagem de 25 quilômetros entre Campinas e Jaguariúna. Durante o trajeto, será apresentado a Oficina Brasileira de Preservação Ferroviária, onde são restauradas composições antigas e preservadas as histórias da ferrovia brasileira. Os visitantes serão acompanhados de monitores que explicaram um pouco sobre o período colonial e cafeeiro da região, enquanto aprecia a vista das fazendas de café. 

Lá, o visitante pode conhecer a história da instituição e da formação de Cadetes no Brasil. Basta se cadastrar no site da Prefeitura de Campinas para ter acesso permitido ao local. 

Parque Portugal

Foto: Afonso Lima

O Parque Portugal é conhecido popularmente como Lagoa do Taquaral. Foi criado em 1972 com espaços para lazer, esporte e cultura. 

No seu interior há, por exemplo, o Auditório Beethoven, uma Concha Acústica com mais de 2.500 lugares destinado a peças teatrais e concertos musicais. 

Para quem quer praticar esportes, o local conta com quadras poliesportivas, pista de cooper, pista de patinação, aparelhos de ginástica e ciclovia. 

Nas margens da Lagoa, está exposto uma réplica da caravela Anunciação, embarcação que permitiu Pedro Alvares Cabral viajar e descobrir as terras brasileiras. 

Basílica Nossa Senhora do Carmo

Foto: Afonso Lima

O espaço religioso foi construído em 1870. Centenária,  a igreja surgiu inicialmente com o nome de Paróquia de Santa Cruz. Posteriormente, foi dada a condição de Basílica por ser a primeira igreja da cidade de Campinas.

O projeto pretendia construir um templo nos padrões góticos europeus, mas acabou por ser reduzida de tamanho devido à crise da economia cafeeira.

Escola de Cadetes

Com arquitetura espanhola, a instituição criada em 1940 tem como objetivo a educação de jovens soldados para ingressar na Academia Militar das Agulhas Negras. O prédio também permite a visitação do público, que tem que estar trajado adequadamente para o local. É proibido o uso de roupas curtas, chinelos e bermudas. 

Monumento – Túmulo de Carlos Gomes 

Para os amantes da música, é obrigatória a visita ao monumento do maior compositor musical brasileiro. Carlos Gomes, campinense nato, é autor da ópera “O Guarani” e, incentivado por Dom Pedro II, aprimorou seus estudos musicais no Conservatório Musical do Rio de Janeiro. Estudou, ainda, no Conservatório de Milão – Itália. Antônio Carlos Gomes nasceu na cidade de Campinas em 1833 e morreu no Pará em 1986. Em 1905, foi conduzido para o seu Monumento – Túmulo na cidade natal. Portanto, trata-se de um memorial centenário. A obra está localizada na Praça Bento Quirino, Centro de Campinas. 

 

Se estiver em Campinas e precisar de uma oficina mecânica para o seu carro, não se preocupe: o site Oficinas Online conta com 38 oficinas de Campinas e região cadastradas. Basta encontrar a mais próxima e agendar uma revisão.

Sem Comentários

comment Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário

Deixe seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.