Artigos que valem a pena ler

Um pouco sobre a origem do SUV

4 de janeiro de 2019 chat_bubble_outline 0 Comentários share
10
Shares

Em alta no Brasil, os utilitários esportivos existem há mais tempo do que se pode imaginar

Os veículos utilitários esportivos, ou simplesmente SUV (sigla em inglês para Sport Utility Vehicle) estão em alta no mercado de automóveis. No Brasil, o SUV representa 20,8% das vendas. A tendência é de mais crescimento até 2021. Desde 2010, o número de veículos desse porte dobrou, chegando a mais de 414 mil unidades no ano passado. Outra mudança é a produção nacional. Antigamente, os SUVs eram compostos, majoritariamente, por carros importados.

O utilitário esportivo transita entre um carro leve e uma caminhonete. Possui estruturas robustas e altura. O espaço interior é aumentado, possibilitando até sete passageiros. Além disso, deve ter tração 4×4 para passar por qualquer tipo de terreno. Essa é uma definição primária do que seria um SUV em um mercado em constante transformação e melhoria. Atualmente, as montadoras fabricam modelos do simples ao luxuoso, com tamanhos diversos, opções de trações e design.

O primeiro SUV é datado de 1935. Trata-se do Chevrolet Suburban, o carro mais antigo em produção no mercado mundial. O veículo possui espaço para nove passageiros e tem cinco metros de comprimento. Atualmente, está na sua 11ª geração.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o exército americano pediu às montadoras que desenvolvessem um carro que permitisse o tráfego em qualquer situação de terreno e clima. Assim, foi desenvolvido o Jeep Willys. Após a guerra, muitos queriam utilizar o modelo para ir ao trabalho e para se aventurar. A partir daí o Jeep Willys Wagon passou a ser comercializado.

Após muitas transformações, a marca chegou à década de 1960 com o Jeep Wagoneer. O modelo era tracionado nas quatro rodas e tinha um design e interior atraente. O sucesso rendeu sua fabricação até a década de 1990, quando foi substituído pelo Grand Cherokee.

A concorrência, ao longo do tempo, percebeu a possibilidade de mercado dos SUVs e começaram a investir. Na década de 1970, foi lançado o Land Rover, um Off-Road de luxo, concorrente do Wagonner.

Foto: Land Rover Press

A ideia de carros que servissem para o Off-Road e agregassem luxo para a cidade explodiu na década de 1990. O mercado americano passou a consumir em larga escala os SUVs. Modelo como o GMC Typhoon unia luxo e muita potência, com um motor V6 de mais de 300 cv. Outros modelos, por exemplo, Nissan Pathynde e Cadilac Escalade, também foram produzidos com sucesso.

A evolução da categoria também incluiu a segurança e conforto. Os primeiros carros considerados SUV eram duros, montados sobre chassi de caminhões pequenos e também eram mais propícios a capotamentos. Atualmente, este seguimento traz recursos tecnológicos elétricos e mecânicos que permitem o carro ser estável e muito confortável, algo que torna a categoria atraente ao público hoje em dia.

O mercado brasileiro, como já dito anteriormente, está cada vez mais incrementado por SUVs. Os consumidores brasileiros, geralmente, preferem os veículos devido à altura, segurança e status. As montadoras investem desde modelos mais simples e menores até carros completos, com todo o luxo, design e tecnologia possível para agradar ao público Premium.

 

E para quem tem um SUV e precisa de reparo, consulte uma das oficinas de confiança no site Oficinas Online e agende a sua revisão. Para acessar, basta clicar na imagem abaixo:

Afinal, por onde você for, estaremos lá!

Sem Comentários

comment Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário

Deixe seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.